Tuesday, August 18, 2015

Configurando o Windows10 com preocupações de Segurança/Privacidade

Administradores e Usuários do novo Windows 10 perceberam que não é tão fácil impedir que o SO converse com a nave mãe: "Even when told not to, Windows 10 just can’t stop talking to Microsoft"


Para impedir a comunicação de computadores com o Windows com os endereços utilizados nos mecanismos de "Phone Home" Microsoft, bloqueie os seguintes hosts:

a.ads1.msn.com
a.ads2.msads.net
a.ads2.msn.com
a.rad.msn.com
a-0001.a-msedge.net
ac3.msn.com
ad.doubleclick.net
adnexus.net
adnxs.com
ads.msn.com
ads1.msads.net
ads1.msn.com
aidps.atdmt.com
aka-cdn-ns.adtech.de
apps.skype.com
az361816.vo.msecnd.net
az512334.vo.msecnd.net
b.ads1.msn.com
b.ads2.msads.net
b.rad.msn.com
bs.serving-sys.com
c.atdmt.com
c.msn.com
cdn.atdmt.com
cds26.ams9.msecn.net
choice.microsoft.com
choice.microsoft.com.nsatc.net
compatexchange.cloudapp.net
corp.sts.microsoft.com
corpext.msitadfs.glbdns2.microsoft.com
cs1.wpc.v0cdn.net
db3aqu.atdmt.com
df.telemetry.microsoft.com
diagnostics.support.microsoft.com
ec.atdmt.com
fe2.update.microsoft.com.akadns.net
feedback.microsoft-hohm.com
feedback.search.microsoft.com
feedback.windows.com
flex.msn.com
g.msn.com
h1.msn.com
h2.msn.com
i1.services.social.microsoft.com
i1.services.social.microsoft.com.nsatc.net
live.rads.msn.com
m.adnxs.com
m.hotmail.com
msftncsi.com
msntest.serving-sys.com
oca.telemetry.microsoft.com
oca.telemetry.microsoft.com.nsatc.net
pre.footprintpredict.com
preview.msn.com
preview.msn.com
pricelist.skype.com
rad.live.com
rad.msn.com
rad.msn.com
redir.metaservices.microsoft.com
reports.wes.df.telemetry.microsoft.com
s.gateway.messenger.live.com
secure.adnxs.com
secure.flashtalking.com
services.wes.df.telemetry.microsoft.com
settings-sandbox.data.microsoft.com
sls.update.microsoft.com.akadns.net
sO.2mdn.net
sqm.df.telemetry.microsoft.com
sqm.telemetry.microsoft.com
sqm.telemetry.microsoft.com.nsatc.net
static.2mdn.net
statsfe1.ws.microsoft.com
statsfe2.update.microsoft.com.akadns.net
statsfe2.ws.microsoft.com
survey.watson.microsoft.com
telecommand.telemetry.microsoft.com
telecommand.telemetry.microsoft.com.nsatc.net
telemetry.appex.bing.net
telemetry.appex.bing.net:443
telemetry.microsoft.com
telemetry.urs.microsoft.com
ui.skype.com
view.atdmt.com
vortex.data.microsoft.com
vortex-sandbox.data.microsoft.com
vortex-win.data.microsoft.com
watson.live.com
watson.microsoft.com
watson.ppe.telemetry.microsoft.com
watson.telemetry.microsoft.com
watson.telemetry.microsoft.com.nsatc.net
wes.df.telemetry.microsoft.com
www.msftncsi.com

PS: o bloqueio/redirecionamento pode ser feito nos endpoints em "%windir%\system32\drivers\etc\hosts" ou no seu roteador de borda / DNS interno - ou em todos..

Outras preocupações a ser encaradas por administradores e usuários do Windows 10:

Windows Update Delivery Optimization: http://windows.microsoft.com/en-us/windows-10/windows-update-delivery-optimization-faq


WIFi Sense: http://windows.microsoft.com/en-gb/windows-10/wi-fi-sense-faq

PS: este post será atualizado frequentemente com novidades a respeito do assunto.


Friday, July 31, 2015

OPM Hack - é possível aprender com a dor dos outros?

Sobre o OPM HACK
Se você é responsável pela segurança de sistemas que processam informações sensíveis e sua organização não possui pessoas treinadas, tecnologias modernas e processos adequados para identificar ataques, recomendo ver este vídeo, pois é melhor tentar aprender com o erro dos outros que ter que aprender tudo com o próprio..

Office of Personnel Management 2015 Breach Testimony:

Versão "TL;DR" :Partial Clip: https://www.youtube.com/watch?v=D-P_-YLJ4aQ

Versão completa, com transcript:

http://www.c-span.org/video/?326593-1/hearing-office-personnel-management-data-breach


Thursday, June 18, 2015

Estratégia de Segurança da Informação e Comunicações e de Segurança Cibernética da Administração Pública Federal

A “Estratégia de Segurança da Informação e Comunicações e de Segurança Cibernética da Administração Pública Federal – 2015/2018" foi recentemente publicada pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.

"...aplica-se a todos os órgãos e entidades da APF, entrará em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial da União e terá validade no quadriênio 2015-2018, sendo revisada, periodicamente, em consonância com as contribuições das instâncias de assessoramento e apoio à decisão do Modelo de Governança Sistêmica de SIC e de SegCiber da APF, buscando atender as demandas dos órgãos e entidades que integram o Sistema, em prol do alcance da visão de futuro desta Estratégia."
 





Friday, April 10, 2015

Ataque Cibernético a TV Francesa TV5Monde

O Estado Islâmico (ISIS) reinvindicou a autoria de um ataque ocorrido ontem pela rede de TV "TV5Monde". O resultado foi a interrupção da transmissão da TV, além da retirada do ar do site e páginas de mídias sociais (Facebook, Twitter). Os atacantes também publicaram / "vazaram" documentos obtidos das redes impactadas pelo ataque.

Hoje algumas informações sobre o ataque começam a surgir em sites especializados em tecnologia, na França:

http://www.lemondeinformatique.fr/actualites/lire-les-dessous-de-la-cyberattaque-contre-tv5-monde-60798.html

Pelo descrito neste artigo:

1) Houve um contato inicial com um jornalista da rede interna da TV, através de Skype, e foram usadas as técnicas conhecidas de identificação de endereço IP interno / externo "Skype resolver" - exemplo: http://skypegrab.net/resolver.php

2) Após isto foram passadas URLs especialmente criadas para exploração de vulnerabilidades Java (Drive-By-Download) - não se sabe ainda se foi utilizado um "Exploit-Kit" ou criada uma página especial com as informações obtidas com a ação descrita no item "1"

3) o ataque descrito em "2" introduziu um worm em VBscript que tinha por objetivo encontrar os servidores responsáveis pela transmissão de programas de TV.

4) Os IPs que originaram os ataques são do Iraque e Algéria.

Outras fontes citam também passwords de fácil adivinhação / quebra como uma das causas que facilitaram os ataques:

"We learn in an interview with an official of the Russian computer that the security password of the main server hosting the websites and TV5monde’s data that the chain was “azerty12345.”" < lembrando que os teclados na França começam com "azerty" em vez de "qwerty"..

http://estpresse.com/tv5-monde-hacking-the-main-password/?lang=en

Parece realmente que eles não são muito cuidadosos com senhas:

"Hacked French network exposed its own passwords during TV interview"
http://arstechnica.com/security/2015/04/hacked-french-network-exposed-its-own-passwords-during-tv-interview/

PS: Estarei atualizando este post conforme novidades surjam novidades sobre o ataque.

Thursday, March 19, 2015

Online Security Tools (Malware, Sandboxes, Hash Checking, Cracking, DNSBL, SSL, BGP)



Online Security Tools (Malware, Sandboxes, Hash Checking, Cracking, DNSBL, SSL, BGP)

[ Last Update: 03/19/2015]

Some readers and friends convinced me recently to start posting some articles in english as well - to reach a wider audience. Lets start with a quick post containing a list of very useful online security tools. The services are very useful for incident responders, forensicators and security information practitioners. Enjoy:

Multiple AV Analysis:
http://www.virustotal.com
http://virusscan.jotti.org
http://virscan.org
http://scanner.novirusthanks.org

Sandboxes:
http://camas.comodo.com
http://www.threattracksecurity.com/resources/sandbox-malware-analysis.aspx
http://urlquery.net/
http://malwr.com
http://anubis.iseclab.org
http://mwanalysis.com
http://www.norman.com
http://www.sunbeltsoftware.com
http://www.threatexpert.com

PE File Analyzer:
http://pev.sf.net.


Document Analysis:
https://malwaretracker.com/doc.php
http://www.joedoc.org
https://www.vicheck.ca
http://wepawet.iseclab.org
http://jsunpack.jeek.org
http://www.adopstools.com/ (flash)
https://blog.honeynet.org.my/gallus/upload/about


WhiteLists/BlackLists Hash Checking:
http://fileadvisor.bit9.com
https://hash.cymru.com
http://isc.sans.edu/tools/hashsearch.html
http://bin-test.shadowserver.org
http://isc.sans.edu/tools/hashsearch.html
http://www.team-cymru.org/Services/MHR/
http://www.nsrl.nist.gov/
http://www.bit9.com/products/bit9-global-software-registry.php
https://www.owasp.org/index.php/OWASP_File_Hash_Repository

Cracking for WPA/WPA2, LM e NTLM:
https://www.cloudcracker.com

Other Hash Crackers Online (MD5,SHA1&256,LM,NTLM,MySQL):
http://www.objectif-securite.ch/
http://md5.thekaine.de/
http://hashcrack.ath.cx/onlinehashcrackers.htm

Multiple DNSBL Checking (Spam):
http://multirbl.valli.org
http://mxtoolbox.com

Network captures Analysis:
http://cloudshark.org
http://pcapr.net


SSL Testing:
https://www.ssllabs.com/ssldb/
http://www.serversniff.net/content.php?do=ssl


IPs/URLs Analysis:
http://trasir.com/
http://www.ipvoid.com
http://www.urlvoid.com
http://www.google.com/safebrowsing/diagnostic?site=example.com
http://www.unmaskparasites.com
http://www.hackerfantastic.com

Autonomous Systems and BGP Monitoring:
http://bgpmon.net
http://cyclops.cs.ucla.edu
http://maliciousnetworks.org

Tuesday, February 17, 2015

Equation APT #Kaspersky #NSA

1) Notícia em português: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2015/02/supervirus-equation-e-capaz-de-infectar-hardware-do-disco-rigido.html

"A fabricante de antivírus russa Kaspersky Lab divulgou detalhes técnicos de uma série de ataques batizada pela empresa de "Equation". Especialistas da companhia chamaram os códigos usados pelos ataques de "a Estrela da Morte da galáxia dos malwares", em referência à arma da série "Guerra nas estrelas" capaz de destruir planetas.

As informações foram publicadas nesta segunda-feira (16), junto de uma palestra sobre os ataques apresentada no Security Analyst Summit (SAS), um evento promovido pela Kaspersky Lab que ocorre em Cancun, no México.

O Equation engloba uma série de programas de espionagem usados para roubar informações de instituições financeiras, governamentais e militares, além de atacar organizações de setores como comunicação, pesquisa nuclear, nanotecnologia e empresas de segurança envolvidas no desenvolvimento de criptografia.
Os códigos foram usados apenas contra alvos específicos de espionagem. Os países mais atacados são o Irã, a Rússia e o Paquistão, o Afeganistão, a Índia, a China, a Síria e Mali. No Brasil, uma organização do setor de aeronáutica teria sido invadida pelos espiões. A Kaspersky Lab estima que há pelo menos 500 vítimas do Equation no mundo.

Um dos componentes das pragas do grupo, chamado de "nls_933w.dll", é capaz de reprogramar o firmware de discos rígidos. O firmware é o software que controla a operação básica do disco, o que significa que o vírus infecta o próprio disco rígido, não apenas os dados nele armazenados. O firmware também controla sua própria memória, por isso o único meio garantido de remover o vírus é retirando e reprogramando fisicamente o chip do disco, o que nem sempre é possível sem danificar o hardware.

Ataques contra hardware são dificultados pelas diferenças entre fabricantes, mas isso não impediu os programadores do Equation. O "nls_933w.dll" consegue funcionar em equipamentos de mais de uma dúzia" de marcas, incluindo Seagate, Western Digital, Samsung, Toshiba, Maxtor e IBM. Apesar de a função estar presente, ela foi raramente usada, segundo a Kaspersky Lab.

Nos casos em que o disco rígido foi alterado, o vírus ganhou acesso a compartimentos de armazenamento "secretos" que não são removidos pela formatação, garantindo a permanência do código espião no sistema infectado."

(...)

2) O setor aeroespacial brasileiro  - a confirmar - foi uma das vítimas conhecidas. Trata-se da principal "suite" de ataque da NSA, capaz - entre outras coisas - de infectar firmware de dezenas de fabricantes de HD, inclusive, para sobrevive a formatações..

3) Blog Post inicial da Kaspersky - sobre o tema: http://securelist.com/blog/research/68750/equation-the-death-star-of-malware-galaxy/

4) Report Técnico (incluindo os IoCs - indicators of compromise) da Kaspersky: https://securelist.com/files/2015/02/Equation_group_questions_and_answers.pdf

5) Outras assinaturas Yara relacionadas a campanha: http://pastebin.com/P0Fb9DPb - não divulgados pelas Kaspersky

6) Samples (espécimes para análise): Cuidado! https://www.dropbox.com/s/latggdox9s3xv4t/Equation_x86_x64.zip?dl=0 - não divulgados pelas Kaspersky

7) Alguns exploits utilizados pelo "Equation" foram também usados pelo Stuxnet depois (ao menos 4 "0days" na lista): 
  • Windows Kernel EoP exploit used in Stuxnet 2009 (atempsvc.ocx) fixed with MS09-025. (CVE unknown).
  • TTF exploit fixed with MS12-034 (possibly CVE-2012-0159).
  • TTF exploit fixed with MS13-081 (possibly CVE-2013-3894).
  • LNK vulnerability as used by Stuxnet. (CVE-2010-2568).
  • CVE-2013-3918 (Internet Explorer).
  • CVE-2012-1723 (Java).
  • CVE-2012-4681 (Java).
8) O ponto mais crítico / novo / interessante do relatório está na descrição módulo de persistência em firmwares de mais de uma dezena de fabricantes de HD. O conhecimento do código fonte destes firmwares pelo governo americano facilita este tipo de funcionalidade. Isto se dá possivelmente se a requerimentos como os previstos no NIST FIPS 140 Cryptographic Module Validation Program (CMVP)." (veja o slide 20) "source review" - além de outras possíveis alternativas - mais intrusivas. 

Descrição deste módulo:

"The plugin supports two main functions: reprogramming the HDD firmware with a custom payload from the EQUATION group, and providing an API into a set of hidden sectors (or data storage) of the hard drive"

(...)

"The main function to reflash the HDD firmware receives an external payload, which can be compressed by LZMA. The disk is targeted by a specific serial number and reprogrammed by a series of ATA commands. For example, in the case of Seagate drives, we see a chain of commands: “FLUSH CACHE” (E7) → “DOWNLOAD MICROCODE” (92) → “IDENTIFY DEVICE” (EC) → WRITE “LOG EXT” (3F). Depending on the reflashing request, there might be some unclear data manipulations written to the drive using “WRITE LOG EXT” (3F). For WD drives, there is a sub-routine searching for ARM NOP opcodes in read data, and then used further in following writes. Overall, the plugin uses a lot of undocumented, vendor-specific ATA commands, for the drives mentioned above as well as all the others"

Lista de Dispositivos suportados:
• “WDC WD”, <Western Digital Technologies Inc> additional vendor specific checks used
• “ST”, “Maxtor STM”, “SEAGATE ST”, <Seagate Technology>
• “SAMSUNG”, <SAMSUNG ELECTRONICS CO., LTD.>
• “WDC WD”, <Western Digital Technologies, Inc.> additional vendor specific checks used
• <HGST a Western Digital Company>, “IC”, “IBM”, “Hitachi”, “HTS”, “HTE”,“HDS”, “HDT”, “ExcelStor”
• “Max”, “Maxtor STM”
• <MICRON TECHNOLOGY, INC.>, “C300”, “M4”
• <HGST a Western Digital Company>, <TOSHIBA CORPORATION>
• “OCZ”, “OWC”, “Corsair”, “Mushkin” additional vendor specific checks used
• <Samsung Electronics Co., Ltd., Storage System Division>, <SeagateTechnology>, <SAMSUNG ELECTRONICS CO., LTD.> +additional checks
• <TOSHIBA CORPORATION COMPUTER DIVISION>, “TOSHIBA M” +checks
• <Seagate Technology>, “ST”

9) Mapa da vítimas identificadas:


10) Número de vítimas: cerca de 2000 por mês (estimativa baseada em um contador encontrado pela Kaspersky em uma das campanhas do "Equation").

Sunday, January 25, 2015

Lista de Exploit Kits e CVEs correspondentes

Um curto post para iniciar 2015 aqui no blog e divulgar uma excelente planilha que lista diferentes Exploit Kits e as respectivas vulnerabilidades que eles exploram.

Os Exploit Kits cobertos são: Angler, Archie, Astrum, Bleeding Life, Dotkachef, CkVip, Fiesta, Flash, GongDa, Infinity, LightsOut, Magnitude, Neutrino, Niteris, Nuclear, Nuclear 3.x, NullHole, Rig, SedNit, Styx, SweetOrange - 15 no total.

Dentre as vulnerabilidades listadas (com seus respectivos CVEs) estão principalmente os culpados conhecidos: Java, Flash, Internet Explorer e Adobe Reader. As duas vulnerabilidades mais recentes exploradas por Exploit Kits listados são do Flash (CVE-20150310 e CVE-0311) - e ambas estão presentes no Angler Exploit Kit.

Post: http://contagiodata.blogspot.com/2014/12/exploit-kits-2014.html

Planilha: https://docs.google.com/spreadsheet/ccc?key=0AjvsQV3iSLa1dE9EVGhjeUhvQTNReko3c2xhTmphLUE
 

Labels

forense (50) resposta a incidentes (40) segurança em profundidade (27) vulnerabilidade (27) treinamento (22) cyberwar (18) conferência (16) forense de memória (15) hackers (15) malware (15) blogs (14) vazamento de informações (13) windows (13) ddos (12) china (11) criptografia (11) dns (11) exploit (11) google (11) microsoft (11) ferramenta (10) memoria (10) botnet (9) csirt (9) forense de disco (9) forense de rede (9) ftk (9) legislação (9) phishing (9) 0-day (8) NIST (8) accessdata (8) encase (8) evento (8) ferramentas (8) kaspersky (8) linux (8) negação de serviço (8) netwitness (8) sans (8) volatility (8) cert.br (7) correlacionamento (7) desafios (7) forense corporativa (7) internet explorer (7) livros (7) pageviews (7) pci (7) privacidade (7) twitter (7) usa (7) APURA (6) Guidance Software (6) espionagem industrial (6) governo (6) iccyber (6) metasploit (6) monitoração (6) skype (6) techbiz (6) 0day (5) CDCiber (5) blackhat (5) brasil (5) dlp (5) falha (5) fbi (5) ids (5) inteligencia (5) java (5) memoryze (5) modelagem de ameaças (5) métricas (5) nsa (5) patch (5) pdf (5) policia federal (5) python (5) registry (5) richard bejtlich (5) rsa (5) segurança (5) segurança de rede (5) siem (5) CyberCrime (4) Enscript (4) adobe reader (4) algoritmo (4) android (4) anti-forense (4) anti-virus (4) arcsight (4) auditoria (4) backdoor (4) backtrack (4) campus party (4) ccc (4) certificação digital (4) ciberespionagem (4) defacement (4) drive-by (4) estatísticas (4) exploit kit (4) firefox (4) fud (4) gsi (4) mandiant (4) md5 (4) online (4) pentest (4) programação (4) safe browsing (4) sandbox (4) slowloris (4) ssl (4) storm worm (4) stuxnet (4) trojan (4) wikileaks (4) windows7 (4) .gov (3) ameaça (3) blackberry (3) ceic (3) chrome (3) ciberguerra (3) cloud (3) conscientização (3) crackers (3) cymru (3) dan geer (3) defesa (3) dsic (3) engenharia social (3) enisa (3) evidence (3) fast flux (3) forense digital (3) hardware (3) htcia (3) https (3) imperva (3) intel (3) ips (3) live cd (3) logs (3) man in the middle (3) networkminer (3) perícia digital (3) processo (3) ransomware (3) registro (3) reportagem (3) revista (3) risco (3) secunia (3) shell (3) shodan (3) sox (3) sql injection (3) tools (3) truecrypt (3) verizon (3) virus (3) vista (3) voip (3) worm (3) .mil (2) BSIMM (2) Encase Enterprise (2) JDFSL (2) TPM (2) Virustotal (2) XSS (2) adobe flash (2) aduc (2) amazon (2) apache (2) apple (2) autenticação (2) bloqueador de escrita (2) breno silva (2) bruce schneier (2) bundestrojaner (2) cache poisoning (2) caine (2) carders (2) carnegie mellon (2) carolina dieckmann (2) carving (2) censura (2) cipav (2) cofee (2) coldboot (2) comodogate (2) conficker (2) consciência situacional (2) cooperação (2) core (2) cucko´s egg (2) cuda (2) cyberwarfare (2) database security (2) digital intelligence (2) direito digital (2) dnschanger (2) dpf (2) engenharia elétrica (2) engenharia reversa (2) etir (2) expressões regulares (2) f-response (2) finfisher (2) fingerprinting (2) firmware (2) flash (2) fraude (2) ftkimager (2) full disclosure (2) fuzzy (2) gsm (2) hacktivismo (2) hbgary (2) heap spray (2) iOS (2) immunity (2) impacto (2) insecure magazine (2) insiders (2) interceptação (2) iphone (2) irc (2) irã (2) jaquith (2) loic (2) mac (2) mastercard (2) mestrado (2) mobile (2) ms08-067 (2) openioc (2) openssl (2) otan (2) palantir (2) paypal (2) pcap (2) pdgmail (2) portugal (2) presidência (2) prisão (2) proxies (2) ptfinder (2) rbn (2) recompensa (2) recuperação (2) regripper (2) relatório (2) resumo (2) rio de janeiro (2) ross anderson (2) russia (2) securid (2) segurança por obscuridade (2) sift (2) snort (2) snowden (2) sony (2) sorteio (2) spam (2) spoofing (2) spyeye (2) sql (2) ssd (2) stealth (2) suricata (2) sysinternals (2) tecnologia (2) trend micro (2) unb (2) usb (2) virtualização (2) visa (2) vulnerability (2) waf (2) winen (2) wireless (2) wpa (2) wpa2 (2) xry (2) zeus (2) .edu (1) .pac (1) 3g (1) ABNT (1) AR-Drone (1) AppleGate (1) Asterisk (1) Audit Viewer (1) BIOS (1) CCDCOE (1) CEF (1) CERT (1) CSI Cyber (1) CarbonBlack (1) Craig Wright (1) DC3 (1) Diginotar (1) Dilma (1) DoD (1) Equation (1) FACE (1) FRED (1) Facebook (1) Fred Cohen (1) GPU (1) Gene Spafford (1) HP (1) ICOFCS (1) ICS (1) IDMEF (1) IJDCF (1) IJDE (1) IJOFCS (1) INFOSEG (1) IODEF (1) IPv6 (1) ISIS (1) ISO (1) MAEC (1) MCT (1) MMEF (1) Michael Cloppert (1) Ministério da Defesa (1) Netwtiness (1) OVAL (1) PL84/99 (1) RH2.5 (1) RNP (1) SDDFJ (1) SbSeg (1) Seccubus (1) Stratfor (1) TED (1) TJX (1) TV5 (1) TV5Monde (1) Tallinn (1) USCyberPatriot (1) USSTRATCOM (1) VERIS (1) VRT (1) WPS (1) WiPhire (1) Wifi Protected Setup (1) Windows10 (1) XMLHttpRequest (1) YARA (1) a5/1 (1) a5/3 (1) active defense (1) adeona (1) adhd (1) aes (1) afflib (1) akamai (1) alemanha (1) ambev (1) angler (1) anti-theft (1) antisec (1) anubisnetworks (1) apt (1) apwg (1) aquisição (1) arbor (1) armoring (1) artefatos (1) artillery (1) asprox (1) assinaturas (1) atenção seletiva (1) attack (1) aurora (1) australia (1) autonomous systems (1) avg (1) avi rubin (1) avware (1) awards (1) baixaki (1) bash (1) bbc (1) bear trap (1) belkasoft (1) bgp (1) birthday attack (1) bitlocker (1) black tulip (1) blackhat seo (1) blacklist (1) blind sql injection (1) bluepex (1) bluepill (1) breaking point (1) bug (1) bulk_extractor (1) byod (1) c2c (1) capacidade (1) carbon black (1) careto (1) carnivore (1) cartão de crédito (1) cbs (1) cellebrite (1) celular (1) centera (1) cerberus (1) certificações (1) cheat sheet (1) chip (1) chris paget (1) chromium (1) citrix (1) clean pipe (1) cliff stoll (1) cloudfare (1) cloudflare (1) cloudshield (1) cnasi (1) cnet (1) cnn (1) codenomicon (1) coleta (1) comodo (1) comodobr (1) compliance (1) comsic (1) convenção de budapeste (1) convergence (1) copa do mundo (1) coreia do norte (1) corey johnson (1) cpbr (1) crime na rede (1) crise (1) cristine hoepers (1) cuckoo (1) cyberattack (1) cyberbunker (1) daemonlogger (1) dam (1) dancho danchev (1) darkmarket (1) dcom (1) decaf (1) decaf v2 (1) decloack (1) deepweb (1) defcon (1) deutche telekom (1) dfrws (1) digitask (1) dimmit (1) diário oficial (1) dnsbl (1) dnssec (1) dou (1) downadup (1) drdos (1) drwxr (1) dsd (1) dumpcap (1) dumpit (1) duqu (1) e-evidence (1) ediscovery (1) eff (1) elcomsoft (1) emc (1) emprego (1) energia (1) enigma (1) entrevista (1) escola nacional de defesa cibernetica (1) eset (1) esteganografia (1) estonia (1) estratégia (1) etld (1) europa (1) eventos (1) evil maid (1) evilgrade (1) exercito (1) exploit-db (1) exportação (1) extorsão (1) f-secure (1) falso positivo (1) fantastico (1) fatal error (1) fecomercio (1) fernando carbone (1) ff4 (1) finlândia (1) flame (1) flexispy (1) foremost (1) forense de vídeo (1) forensic focus (1) forensic magazine (1) forensics (1) forensics.wiki.br (1) forensicswiki (1) força bruta (1) frança (1) full disk encryption (1) g1 (1) gauss (1) gcih (1) ghostnet (1) globo (1) gmail (1) gpcode (1) gpl (1) gps (1) grampo (1) guardium (1) guerra (1) guilherme venere (1) hack (1) hackerazzi (1) hackingteam (1) hakin9 (1) hardening (1) harlan carvey (1) hash (1) helix (1) hitler (1) holanda (1) honeynet (1) honeypot (1) hope (1) hosts (1) hotmail (1) httpry (1) iPhoneTracker (1) idefense (1) ig (1) impressoras (1) india (1) info exame (1) insecure maganize (1) intenção (1) interpol (1) interview (1) into the boxes (1) investimento (1) ioerror (1) iphone forensics (1) ironport (1) isc2 (1) israel (1) j2ee (1) jacomo dimmit (1) jailbreak (1) javascript (1) jesse kornblum (1) jotti (1) junho 2008 (1) kaminsky (1) kasumi (1) kgb (1) kits (1) klaus steding-jessen (1) kntools (1) kraken (1) langner (1) lime (1) limites (1) lista (1) lm (1) locaweb (1) lockheed martin (1) lynis (1) lógica (1) mac memory reader (1) mac memoryze (1) macosx (1) magic lantern (1) map (1) marcapasso (1) marcelo caiado (1) marcos ferrari (1) mawlare (1) mbr (1) mcafee (1) mcgraw (1) memscript (1) metasploitable (1) mindmap (1) mit (1) mitigação (1) mitm (1) moonsols (1) moxie (1) mrtg (1) ms08-033 (1) nac (1) nessus (1) netcontinuum (1) netflow (1) networking (1) ngrep (1) nit (1) nmap (1) norma (1) norse (1) notebook (1) ntlm (1) ntop (1) ntp (1) nuclear (1) obama (1) oi (1) oisf (1) oiss (1) olimpiadas (1) openbts (1) openvas (1) opm (1) oportunidade (1) oracle (1) orkut (1) otp (1) owasp (1) packers (1) panda (1) pattern matching (1) payback (1) pcre (1) pedofilia (1) pentesting (1) perforce (1) pericia (1) perl (1) perícia (1) pfsense (1) pgp disk (1) phonecrypt (1) pki (1) ploks (1) poisoning attack (1) policia civil (1) polypack (1) port knocking (1) português (1) post-mortem (1) postgres (1) powershell (1) prefeitura (1) premiação (1) preparação (1) princeton (1) provedores (1) ps3 (1) psn (1) psyb0t (1) pushpin (1) pwn2own (1) pymail (1) quebra de sigilo (1) r2d2 (1) rainbow tables (1) rar (1) realengo (1) reação (1) record (1) referência (1) regex (1) registry viewer (1) regulamentação (1) remnux (1) renato maia (1) renault (1) replay (1) reversing labs (1) roi (1) rootkit (1) router (1) rpc (1) ruby (1) sanitização (1) santoku (1) sc magazine (1) scada (1) scanner (1) scm (1) secerno (1) second life (1) security (1) securityonion (1) senasic (1) sentrigo (1) sep (1) sequestro de dados (1) sha1 (1) shadowserver (1) shmoocon (1) siemens (1) sites (1) skorobogatov (1) slideshare (1) smartcard (1) snapcell (1) software (1) sotirov (1) sp (1) spamhaus (1) spidertrap (1) squid (1) sri (1) ssdeep (1) sseguranca (1) sslstrip (1) sting (1) stj (1) street view (1) sucuri (1) superinteressante (1) são paulo (1) t-mobile (1) takedown (1) teamcymru (1) technosecurity (1) telefônica (1) terra (1) terrorismo (1) timeline (1) tizor (1) tls (1) token (1) topcell gsm (1) tresor (1) trustwave (1) tse (1) turquia (1) txtBBSpy (1) umass (1) unix (1) urna eletrônica (1) us-cert (1) usenix (1) userassist (1) vazamentos (1) venda de senhas (1) venere (1) verdasys (1) verisign (1) videntifier (1) visualização (1) visualize (1) vivo (1) vm (1) votação (1) wargaming (1) wasc (1) web 2.0 (1) weblabyrinth (1) websense (1) whitelisting (1) whois (1) wigle (1) win32dd (1) winacq (1) windbg (1) windd (1) winifixer (1) wipe (1) wired (1) wireshark (1) wlan (1) wordpress (1) wrf (1) xerxes (1) xp (1) zdi (1) zlob (1)